PMDB não deve coligar com PSDB

Já tem algum tempo que eu digo que será muito difícil para o PMDB pró-Beto sair vitorioso na convenção estadual. As últimas movimentações políticas no estado continuam confirmando minha posição.

O PT precisa que a eleição de governador vá para o segundo turno e a Dilma precisa de mais um palanque para defender sua reeleição, pois só com o PT já sabe que não vai dar.

Não há outro nome com peso suficiente para isso que não o do Senador Roberto Requião, do PMDB.

Até o Osmar Serraglio já acompanha o Senador nas suas andanças pelo interior e agora o Rocha Loures, único paranaense no diretório nacional do PMDB e homem forte do Vice-Presidente da República Michel Temer, já declarou seu apoio à candidatura própria do Requião.

(Texto do Rocha Loures em seu Facebook)

Com a nomeação do filho do Pessuti para o cargo de Conselheiro da Itaipu Binacional imagina-se que ele e seus comandados irão atender às determinações nacionais do Temer que, para a reeleição da Dilma, precisam do PMDB com candidatura própria e forte e, claro, com Requião, mesmo que ele desça com certo gosto amargo.

Além do que, os deputados PMDBistas querem a garantia de seus mandatos renovados e um dos melhores caminho é o PMDB com um forte candidato ao governo do estado, mesmo que seja contra o governador…

Acho que são favas contadas.

Esta entrada foi publicada em Geral. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *